terça-feira, 10 de junho de 2014

O amor e o Capitalismo da Mídia

Dias 12 de junho que no Brasil é o dia dos namorados, data que é variável de país a país, cultura a
cultura. O comercio de todo país e a mídia deixa bem claro que não podemos esquecer do presente.O que não devia ser esquecido é o amor, sua importância na vida das pessoas, o valor de ter uma pessoa na vida, pela qual você tem admiração, isso não é lembrado. Com o aprofundamento do capitalismo na economia mundial, o nosso calendário e cultura tiveram grandes mudanças: a questão religiosa do natal dá lugar a um  movimento de pessoas que têm capital para gastar, lotam as lojas, shopping´s, supermercados ou hipermercados, etc. Temos o dia das mães, o dia dos pais, dia das crianças, natal, etc.Além de celebrarem algo com alguma intensidade,também são datas que visam lucro no comercio.E o dia dos namorados entra nesse contexto, infelizmente, o que era para ser uma data para demonstrar o amor e o carinho entre os companheiros, o amor acaba sendo esquecido, dando lugar ao presente. Imagine um casal que não te como comprar um presente, diante da mídia que enfatiza a importância do presente para comemorar a data, como se sente. O presente é apenas algo simbólico, importante é o amor, o valor que se dá a pessoa que compartilha sua vida, isso a mídia não fala. O amor não é para se comemorado numa data especifica, mas a vida toda, todos os dias, você que tem seu amor, comemore essa conquista, a parceria de estar juntos, para isso não precisa de um presente caro, seja você o  presente na vida da outra pessoa.Vamos parar com essa coisa de achar que se pode comemorar datas com presentes, comemore por ser especial, com palavras, com gentilezas, com demostração de um profundo amor que existe no seu coração. Não adianta chegar no dia 12 com uma joia para a namorada(o), se sua atitudes não foram corretas com esta pessoa.O amor deverá ser a base de qualquer relação, junto com a amizade e o respeito, a cada dia esse amor tem que ser regado para se sustentar e permitir sua estabilidade por anos. Não tenham medo de ser românticos neste dia, de reforçarem o amor que sentem pelo outro, para que este amor dure para sempre, envelhecer juntos é o melhor presente que a vida pode dar aos casais, esse presente não tem preço.Casais pensem  nisso, antes de ficarem se preocupando mais com o presente, tem  momentos na vida, que um gesto de carinho tem muito mais valor que um bem material.

7 comentários:

  1. Frida, o papel da mídia é o consumo e não o amor. A mídia vive em cima do consumo, portanto nunca veremos a mídia falando do amor sem consumo.

    ResponderExcluir
  2. Frida, parabéns adorei sua mensagem sobre o dia dos namorados, isso que precisa: amor incondicional

    ResponderExcluir
  3. Amor é muito bom, mas um presentinho também não faz mal a ninguém, cada comemora como pode, importante é festeja a data, que é linda

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog, realmente o que você escreveu tem sentido, somos reféns do capitalismo, tudo é comemorado com presentes, esquecemos do mais importante, o amor. Sejamos o amor na vida de outra pessoa é o melhor presente.

    ResponderExcluir
  5. Nós somos parte desse capitalismo, chega em casa nos dias namorados sem uma lembrancinha para ver o acontece rsss... Briga na certa, nem todo mundo pensa no amor como principal objetivo na relação a dois.

    ResponderExcluir
  6. Como toda data comemorativa, o comercio dobrar seu lucro. É o capitalismo selvagem em ação e povo contribui comprando.

    ResponderExcluir
  7. Henrique Lisboa-jornalista- SP13 de junho de 2014 16:44

    Parabéns, você sabe escrever bem, aproveite esse dom amiga

    ResponderExcluir

Todos os comentários são muito bem vindos. Comentários com conteúdo racista ou preconceituosos não serão aceitos. Gostaria que assinassem, para que eu possa responder a todos. Muito obrigada.