domingo, 29 de maio de 2011

Tempo de esquecimento nas relações humanas

Nos últimos anos, ando prestando mais atenção nos acontecimentos da vida, talvez porque depois de alguns anos vemos a vida de maneira diferente. Uma coisa que percebo é a maneira de como as pessoas entram na nossa vida com muita facilidade e também sai de forma rápida. Somos deletados de um segundo para outro, num abrir de olhos, aquela pessoa que estava na sua vida, vai embora sem olhar para o que ficou. Tudo perdeu o valor, vivemos o presente descartável das relações humanas. Essa relação descartável existe nos relacionamentos amorosos, nas amizades, na politica. Hoje o politico que está em alta, amanhã ninguém se lembra mais do que ele fez. Sabe quando você vê o tempo ficando no esquecimento, incrível como isso ocorre, parece que todo mundo quer apagar pessoas, políticos, acontecimento da vida, só que muitas vezes isso não é possível, principalmente quando se fala em politica, as pessoas se esquecem muito rápido e continuam elegendo políticos que nunca poderiam estar no poder e assim vamos tendo escândalos, corrupção. Agora pior que na politica são os esquecimentos no que se refere ao amor, ai então todo mundo perde o senso de respeito e esquece da outra pessoa como se ela nunca estivesse existido. Outro dia ouvi na fila de um banco, uma conversa que me deixou estarrecida, dois rapazes conversando, quando um perguntou como estava seu filho e outro respondeu..." não sei e nem quero saber , faço meu papel, deposito todo mês o dinheiro da pensão dele". Difícil de saber que até um filho é esquecido pelo pai. Este mesmo pai ainda falou "nunca mais fui ver o menino e nem quero saber daquele gente, quero esquecer"....e outro falou a seguinte pérola, "cara eu fui casado e depois que me separei também esqueci da ex minha mulher e raramente vejo as crianças, só faço que a justiça me obrigada, mandar dinheiro o resto nem quero saber". Eu ouvindo isso fiquei pensando como deve ser difícil para esses filhos deletados da vida dos pais. Às vezes penso que o amor também foi esquecido entre as pessoas, pois ninguém se preocupa mais com os outros. Imaginem essas crianças, saber que tem um pai que nunca se preocupa como elas estão. Que amor é esse, onde seres do próprio sangue são apagados como nunca tivessem existido, pois é assim que sente quem passa por uma situação de abandono. Os laços de amores se tornaram frágeis, o que é amor hoje, amanhã poderá ser esquecido, como nunca houvesse existido um dia. Tempo de esquecimento das relações humanas, da ética, do senso de responsabilidade e pior de tudo, do amor.





5 comentários:

  1. Frida, realmente tem muitos políticos que nunca deveriam ser esquecidos, devido as mazelas que fazem no poder. Quanto a família, tem muito pai que só faz o papel de reprodutor e mais nada. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você, os valores mudaram.Esquecemos desde das mazelas dos políticos ao amor. Quem tem esse comportamento dos caras que vc viu no banco, não sabem amar. BJ

    ResponderExcluir
  3. Frida, o que está faltando ás pessoas é mais humanidade ao próximo, carinho e respeito. Agora quanto aos politicos falta vergonha na cara, Beijos

    ResponderExcluir
  4. É o reflexo da geração da internet, onde tudo é feito à velocidade da luz. E desfeito, também.

    Beijoca!

    ResponderExcluir
  5. Antonio Abel Fernandes4 de agosto de 2012 07:00

    Olá Frida, grato pelo elogio. Pode ser minha seguidora sim... É uma honra para mim ter vc como amiga. Vou ler seus textos com calma depois lhe envio mais algumas palavras. Abraço

    ResponderExcluir

Todos os comentários são muito bem vindos. Comentários com conteúdo racista ou preconceituosos não serão aceitos. Gostaria que assinassem, para que eu possa responder a todos. Muito obrigada.