domingo, 20 de fevereiro de 2011

A arte Barroca na visão dos turistas

Os profissionais que trabalham com turismo ás vezes se defrontam com situações que fogem do controle, que faz a viagem tornar inesquecível para o guia de turismo.
Meu roteiro era Belo Horizonte e cidades históricas, um passeio muito gostoso, pois são locais que tem muita história e cultura, é uma volta maravilhosa há alguns séculos passados.
City tour por belo Horizonte, capital bem moderna, sábado com pouco trânsito, compras que os turistas amam.
No outro dia, rumo as cidades históricas, antes eu avisei que as cidades eram de ladeiras e calçamento de pedra, o calçado ideal era tênis.
Quando chego lá uma passageira com salto, tento convencer a senhora que salto não era ideal, que ela poderia torcer o tornozelo, mas ela não aceitou a ideia e disse que sempre andou de salto e que não seria naquela cidade que iria mudar seu hábito. Visita as igrejas do século XVIII, que são lindas, todas estilo em Barroco, encanta qualquer um, exceto um passageiro que achou o Barroco bizarro, tento explicar que o barroco se caracteriza pelo exagero na decoração, mas nada adiantou disse... “isso me parece decoração de filme de terror”, fazer o que se o moço não entendeu a arte barroca.
Outra igreja, e vem uma passageira reclamar que estava passando mal, imediatamente procuro saber o que se passava, ela me disse, “esta cidade tem muito espíritos sofredores, e um ar  negativo”, tento convencer que ali tem muitas igrejas que o local é abençoado, mas não adiantou nada. A dona não quis mais saber de igrejas e da arte barroca. Enquanto uns reclamavam de coisas inexistentes, havia no grupo alguns adolescentes que estavam com a avó. Eles começaram a rir da cara feia dos anjinhos de Aleijadinho, a avó chamava á atenção dos netos, mas pouco adiantou, eles riam em todos os lugares. No Museu Inconfidente, eles fizeram piadas com a história do famoso livro Marília de Dirceu, pois a pobre Marília morreu virgem, esperando seu amor que foi degredado para a África,  lá ele casou, teve filhos e a pobre ficou pura a espera de seu amor até a morte.Os adolescentes queriam rir, para desespero da avó, eu entre ser solidária avó ou se ria com eles, afinal tinha motivos. Houve outras reclamações, tipo a culinária mineira era pesada, igrejas com pouca luzes, coisas sem fundamentos. No final a viagem teve um fato, que me deixou emocionada. Um senhor tinha o sonho de conhecer a terra onde nasceu o presidente Tancredo Neves e o lugar onde foi enterrado,veio me agradecer, aquele simples gesto valeu por tudo, eu pude realizar seu sonho, fiquei feliz. Todas as reclamações que ouvi ficaram tão pequenas diante daquele senhor feliz e emocionado. 















6 comentários:

  1. Frida, conheço essas cidades e as igrejas são lindas.São cidades lúdicas, beijos

    ResponderExcluir
  2. Já estive nessas cidades e também me senti mal,realmente existe um ar de muito sofrimento. Foram cidades onde houve muito escravos e sofrimento. Eu senti muito mal em todos os lugares.

    ResponderExcluir
  3. Deve ser complicado, aturar aquelas pessoas que estão de mal com a vida e infernizam todos os que se cruzam com elas.

    Quanto ao uso de salto alto numa excursão, enfim, tive uma amiga que foi de salto alto para a praia (na areia, mesmo), pelo que nada me admira.

    Beijoca!

    ResponderExcluir
  4. Essas cidades são lindas, mas tem muitas ladeiras, que vc tem que ter preparo físico para subir.
    Concordo com os adolescentes, os anjinhos barroco de minas, são carrancudos, que fazem deles lindos pela diferença.Aleijadinho expressou o sofrimento da escravidão nos anjos, pode notar que eles são negros e sem cabelinho louro.

    ResponderExcluir
  5. As cidades históricas são lindas, as igrejas criam um crima de reflexão e beleza, não tem nada de negativo no ar. O por do sol é uma emoção para nunca esquecer, o som dos sinos tocando por todo os lados. Tenho essa lembrança.

    Esses turista são muito chatos reclamam de tudo.

    ResponderExcluir
  6. Frida turista que não reclama, não é turista, beijos

    ResponderExcluir

Todos os comentários são muito bem vindos. Comentários com conteúdo racista ou preconceituosos não serão aceitos. Gostaria que assinassem, para que eu possa responder a todos. Muito obrigada.