sábado, 10 de julho de 2010

Momentos intensos da vida

Eu ando muito triste nos últimos anos, razões eu nem sei o porque disso, talvez eu até saiba e não queira assumir minha desilusão com a vida. Tempos atrás encontrei uma pessoa muito linda,sabe aquele tipo de pessoa que saiu de um conto de príncipe encantado, pois é esta, e ela me confessou uma coisa que achei interessante e me deixou ainda mais triste, esta pessoa falou que é intenso em tudo que faz na vida, e com isso sofre muito. Eu sou fria com os sentimentos e isso vem me incomodando muito.Tem momentos que conheço pessoas maravilhosas que seriam meu sonho de amor, de vida a dois, mas ai vem aquela eterna lembrança, é apenas um relacionamento frio e sem sentimento só isso. Sabe aquele tipo de pessoa que você sonhou a vida toda e de repente ela está ali na sua frente, mas não é para você, então o príncipe vira sapo e acaba o sonho virando apenas um pesadelo bobo.Engraçado, sou uma pessoa de poucas amizades e muito seletiva, até um pouco preconceituosa,mas mesmo assim encontro pessoas como eu, carentes, sozinhas, tristes e infelizes. Nesses encontros você tem a sensação que aquela pessoa é feliz e infeliz ao mesmo tempo, encontramos para dividir nossas diferenças com a vida. Hoje vivemos num mundo de solitários e esta solidão imposta até pela sociedade faz mal,trás dor e tristeza.Como percebo que nossa vida está acorrentada á alguma coisa, por casamentos desfeito, por ideologia religiosa,amores não resolvidos,casamentos em ruína,situação financeira, medo da solidão. Você acaba encontrando pessoas que são intensas, mas sofrem muito, parece que a dor delas são intensas também. Porque a vida não muda o destino destas pessoas e coloca sua intensidade para viver a vida de maneira intensa sim, mas feliz, isso ajudaria sanar a infelicidade e a dor de muitas pessoas. Para todas estas pessoas que lutam com sua corrente e sofrem muito, vocês são as jóias raras que estão aqui nesta terra para lutar e viver felizes e infelizes ao mesmo tempo.

Um comentário:

  1. Sentimentos!Precisamos aprender a lidar com eles!Talves ainda não conseguimos entender a importancia que les tem em nossas vidas.É preciso, primeiro, conhece-los,diferencia-los e trabalha-los para que possamos viver em harmonia conosco e com os demais.
    Neste bojo, destaca-se o amor,por vezes mal interpretado ou imcompreendido.
    É preciso que saibamos que ele esta em nós,em cada um de nos, de forma mais vigorosa ou mais tenue,dependendo de como o conhecemos, o diferenciamos, o trabalhamos e o cultivamos.
    Só se tem um "grande amor",quando o amor que temos em nos mesmos tambem tiver essa mesma dimensão.O amor que damos é aquele que esta em nós.
    É preciso que saibamos tambem que, nos relacionamentos homem/mulher, se acoplam ao "amor", uma gama de outros sentimentos, tais como o desejo,o ciumes, a proteção e inumeros outros.
    O amor, na sua forma sublime, a nós nos é dado apenas a oportunidade de dele nos aproximarmos.
    É comum ouvirmos:"me doei por inteiro, dei todo o meu amor e agora estou vazio", nos terminos de relações amorosas.Mas,por outro lado,pensemos...O amor que dediquei, é meu, ele esta em mim!
    Talvez uma das necessidades primordiais do ser humano seja, alem da de viver em sociedade, a de amar.
    O amor deixa tudo mais bonito e torna a vida mais ampla e plena.E esta capacidade de amar,esta em cada um de nos.
    Se perdermos um "grande amor", é preciso que cultivemos ainda mais o amor que esta em nós para que possamos doa-lo, mais uma vez e desfrutarmos de um "amor maior" e viver a vida em sua plenitude.

    ResponderExcluir

Todos os comentários são muito bem vindos. Comentários com conteúdo racista ou preconceituosos não serão aceitos. Gostaria que assinassem, para que eu possa responder a todos. Muito obrigada.